17 ET 18 AVRIL 2019
 - Brasil - Brasília
UNB
17 ET 18 AVRIL 2019
 - Brasil - Brasília
UNB
Português Português Francês

APRESENTAÇÃO

O 5ème Colloque Réseau Internacional de Recherche Méthodes Projectives et Psychanalyse sedia o encontro de uma rede de pesquisa internacional  em Métodos Projetivos e Psicanálise que foi fundada em 2005 durante o congresso da  International Society of the Rorschach and Projective Methods (IRS).  A Rede agrupa pesquisadores de onze países (Argélia, Argentina, Bélgica, Brasil, Canadá, França, Itália, Líbano, Suíça, Congo, Turquia - http://reseaumpp.org/) visando ao intercâmbio científico e à organização de reuniões e simpósios, sendo que os Colóquios dessa Rede se alternam com os Congressos da IRS que se efetuam a cada três anos.

O próximo colóquio da Rede que ocorrerá no Brasil, na cidade de Brasília, de 17 a 18 de abril de 2019, terá como tema “Psicopatologias Contemporâneas e Diversidades Culturais”. Este encontro tem por objetivo abordar as problemáticas psicopatológicas atuais e a influência das diversidades culturais nas psicopatologias contemporâneas, para responder aos desafios da clínica, fundamentados sobre as referências da psicanálise, da psicopatologia e da psicologia projetiva, enquanto campo teórico.

Mas... sobre o que nós nos apoiamos para nomear uma psicopatologia como contemporânea? A partir de qual período ou de qual manual psiquiátrico? O DSM-5 da Associação Americana de Psiquiatria ou o CID-10 da Organização Mundial da Saúde? Ou todos os dois, além de uma breve pesquisa do que tem sido escrito nos periódicos de Psicologia clínica, Psicanálise e Psiquiatria nos últimos dez anos? Qual critério poderá ser adotado para  ressaltar o que é comum ou não a várias culturas em termos psicopatológicos? Existem diferenças entre o ponto de vista de um profissional de saúde mental de um país e outro? No que diz respeito à psicologia projetiva, tem-se consenso em relação ao que os Métodos Projetivos podem mostrar sob o olhar das diferenças e das similitudes culturais nos seus mais  diversos aspectos, tal como a linguagem, a expressão corporal, a gestualidade, as experiências temporais e as manifestações das doenças psíquicas? Para além dos aspectos teóricos e psicodinâmicos, os métodos projetivos podem ser abordados segundo um ponto de vista metodológico no que se refere aos estudos normativos, aos estudos de caso comparativos ou com grandes grupos para que sejam realizadas comparações interculturais.

Esse Colóquio da Rede, que ambiciona reunir numerosos profissionais de diferentes países, é um oportunidade real de mostrar a diversidade de pesquisas que são desenvolvidas em torno dessa temática, abrindo vários campos de  investigação em relação ao estudo do psiquismo humano e de suas referências etno-antropológicas. Quaisquer que sejam elas, demandam que sejam situadas em uma perspectiva intercultural levando-se em conta, talvez, uma dupla hipótese: a existência de uma base psíquica  comum, a saber, uma possível universalidade do inconsciente, e aquela de uma especificidade cultural. O que coloca ao clínico pesquisador, projetivista ou não, entre duas vertentes importantes: as referências interpretativas familiares e outras específicas da cultura de outros países. Nós acreditamos então que esse Colóquio oferecerá uma ocasião de trocas psico-antropo-cultural forte e enriquecedora. Além disso, é interessante notar que esse encontro será realizado em um país, o Brasil, conhecido por sua população multiracial.

Comissão de Organização do Coloquio espera, com muito prazer, receber os membros da Rede, que são convidados a apresentar seus trabalhos, sendo uma ocasião para se expor uma imagem abrangente do conhecimento científico atual em nosso campo de estudo.